O momento do encaminhamento para uma avaliação fonoaudiológica

Previnir ainda é o melhor remédio

Decidir o momento correto do encaminhamento para uma avaliação fonoaudiológica não é uma tarefa fácil e precisa. Essa escolha será fundamental e determinante para o Processo do Aprender e para os Processos terapêuticos necessários.

Quando a Escola se depara com um aprendiz que se diferencia do grupo-classe na Quantidade e/ou na Qualidade do Aprender, deve ficar atenta, avaliando a necessidade de uma Avaliação Extra-Escolar dessa criança.

Em diversas situações, a escolha do profissional para a Avaliação, não é tarefa simples ou exata.
A partir dos 5 anos, inúmeros testes poderão ser aplicados, norteando os Processos de Aprendizagem.

A aquisição da Leitura e da Escrita se inicia muito antes das primeiras palavras escritas e do primeiro livro. Os caminhos envolvidos são amplos e inter-relacionados com muitas áreas do conhecimento.

A Avaliação Fonoaudiológica com enfoque nos processos da Leitura e da Escrita poderá indicar a prontidão do aprendiz para a Alfabetização, bem como, acompanhá-lo nessa etapa tão importante e determinante para toda a sua vida acadêmica.

Nessa fase da formação do conhecimento, não é permitido pecar pela falha, pela falta de orientação aos Pais e pela demora nos encaminhamentos.

Educadores não podem ser vaidosos e imaginar que detém todo o conhecimento sobre seu aluno, é preciso dividir as angústias, dissipar as dúvidas e intervir a tempo!


A Clínica Integrada FonoAprendizagem:

O atendimento fonoaudiológico de uma criança deve ir muito além do limite da sala de terapia, envolvendo todos os ambientes e relações pelas quais ela circula em seu dia a dia.

A cada sessão terapêutica construímos laços, fortalecemos vínculos, acolhemos as famílias, e pouco a pouco, conquistamos progressos fundamentais para a reabilitação de nossas crianças.

O caminho é sinuoso, nem sempre as etapas são curtas, o processo demanda energia física e emocional, mas com os laços fortalecidos, dissolvemos as dificuldades, superamos obstáculos e escrevemos novas histórias.

Por Priscila Cima.


Achou interessante? Compartilhe:

Priscila Cima

Fonoaudióloga com mais de 25 anos de atuação em Fonoaudiologia Escolar e diretora da Clínica Integrada Fonoaprendizagem.

Meu interesse pela Educação e pelos Processos de Aprendizagem iniciou-se bem antes da Graduação. Atuei por 12 anos como professora do Ensino Fundamental. Neste longo período, pude compreender os limites, necessidades e possibilidades de intervenção com as crianças no árduo dia a dia da sala de aula. A experiência no âmbito escolar, somada a Graduação em Fonoaudiologia, aos Cursos de Pós Graduação, Aprofundamento e Especializações nas áreas da Linguagem Oral e Escrita são os norteadores de todas as minhas intervenções.